Tráfego de passageiros no trimestre reforça ciclo de reação da aviação

Fonte CONUT - 16/04/2018 - 11h59min
Tráfego de passageiros no trimestre reforça ciclo de reação da aviação

São Paulo - O desempenho das companhias aéreas brasileiras até março sustenta expectativas de crescimento da aviação no país neste ano, mantendo a reação iniciada em 2017. Gol, Latam e Azul transportaram mais passageiros no primeiro trimestre deste ano ante igual período de 2017 e estão respondendo ao incremento da demanda com maior oferta de assentos.

 
Depois de encolher por 19 meses seguidos, até março do ano passado, o tráfego aéreo doméstico passou a crescer desde então para fechar 2017 com aumento de 3,5% ante 2016. Esse ciclo continua em 2018.
 
A Gol, maior aérea do país em transporte doméstico de passageiros, transportou nos três primeiros meses do ano 7,7 milhões de passageiros nos voos domésticos, ou 0,9% mas que em igual período de 2017. Em passageiros-quilômetros transportados (RPK, na sigla em inglês, indicador mais usado para demanda na aviação), a expansão foi de 2,5%. Nas rotas internacionais, a empresa atendeu 600 mil clientes, ou 16,4% mais que em igual período um ano antes.
 
“A demanda pela aviação no Brasil vem dando sinais de recuperação consistente desde que passamos pelo ciclo de baixa”, disse Paulo Kakinoff, presidente da Gol, no dia 7 de março, após divulgar balanço de resultados.
 
Para tender à maior demanda, a aérea está ampliando a oferta. Até março, a capacidade de assentos-quilômetros disponíveis (ASK, na sigla em inglês) cresceu 1,5% nos voos domésticos e 7,8% nos internacionais. Para o ano, a meta é elevar a disponibilidade até 3% no mercado interno e até 10% nos trechos fora do país.
 
Parte desse incremento será determinada pela chegada de seis novos jatos da Boeing, os 737-8Max, que transportam 5% mais passageiros e têm alcance de voos até 16% maior.
 
A Latam, vice-líder no mercado doméstico, acumula no primeiro trimestre crescimento de 1,5% no transporte de passageiros, tendo atendido 7,1 milhões de clientes nas rotas domésticas. Nos voos internacionais, o grupo embarcou 4,3 milhões de pessoas, ou 4,7% mais na base anual.
 
O grupo Latam tem planos de elevar a capacidade no Brasil de 2% a 4% neste ano ante 2017. Até março, a oferta de assentos da empresa no Brasil acumula expansão de 1,9%. O presidente da aérea, Jerome Cadier, disse em entrevista ao Valor em março que a estratégia é retomar a abertura de novas rotas fora de seus dois principais Hubs no país — Guarulhos (SP) e Brasília (DF) — para atender o avanço de demanda.
 
A Azul, terceira maior aérea do país, acumula até março um incremento de 13,5% no tráfego medido em RPK, com avanço de 1,5% nas rotas domésticas e de 69,8% nas internacionais, graças ao lançamento de novos voos para destinos nos Estados Unidos e América do Sul.
 
Segundo disse o presidente da Azul, John Rodgerson, em teleconferência de resultados no último 8 de março, a economia brasileira segue melhorando, o que tem alimentado a reação da demanda corporativa e de lazer.
 
A capacidade a Azul neste ano até março cresceu 80,3% nos trechos internacionais, ficando estável no mercado doméstico ante igual período de 2017.
 
A Azul tem planos de fechar 2018 com aumento da capacidade doméstica, em ASK, entre 17% e 20% ante 2017. No segmento internacional, a meta é crescer de 55% a 60%.
 
A Avianca, quarta maior aérea do país, não divulga dados de tráfego. Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), até fevereiro — dados mais recentes —, a empresa cresceu 15,7% em passageiros , tendo atendido 1,96 milhão de clientes no primeiro bimestre deste ano.
COMPARTILHAR
REDUÇÃO DAS PASSAGENS ÁREAS? FICOU SÓ NA PROMESSA...
16/04/2018
REDUÇÃO DAS PASSAGENS ÁREAS? FICOU SÓ NA PROMESSA...
Em algumas companhias, o bilhete ficou mais caro. Além de pagar mais, o consumidor passou .

Latam passa a cobrar por escolha de assento
16/04/2018
Latam passa a cobrar por escolha de assento
Valores podem variar de R$ 15 a R$ 75 dependendo do serviço e da tarifa que o passageiro a.

 



ondeestamos
SAUS Quadra 01 Bloco J Ed CNT
Torre B Sala 707
Cep: 70070-010
Brasília - DF

faleconosco
Fones: (61) 3364-0303 / 3364-3838
contato@conut.org