Metrô entrega obras de acessibilidade da Estação 114 Sul

Fonte CONUT - 14/03/2018 - 20h19min
Metrô entrega obras de acessibilidade da Estação 114 Sul

 Construção das escadas externas, reforma e adequação de rampas e instalação de corrimãos duplos em aço inox, com informações em braile fixadas nas extremidades, estão entre as adaptações que vão beneficiar cerca de 2,8 mil usuários com algum tipo de deficiência que utilizam a estação diariamente.

Rosemary Santos, de 50 anos, técnica de enfermagem e moradora de Ceilândia, passou no exato momento de toda aquela gente falando. Ela parou para saber do que se tratava.  E soube que era uma solenidade de entrega da Estação 114 Sul, completamente adaptada, aos usuários com algum tipo de deficiência. Gostou do que viu e ouviu. E não pensou duas vezes para responder: “Eu acho que isso é respeito. É cidadania. O governo deve isso. É direito do cidadão que precisa. Bom mesmo era se todas as estações fossem assim”.

E assim, numa solenidade, a Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF) entregou, nesta quinta-feira (29), as obras de acessibilidade da Estação 114 Sul, adaptadas de acordo a Norma Técnica Nº 9.050,/2004, da Associação Brasileira de Normas Técnicas, para padronização da acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos.

Entre as adaptações, a construção das escadas externas; reforma e adequação de rampas; rebaixamento de meios-fios; instalação de corrimãos duplos em aço inox com informações em braile fixadas nas extremidades; e instalação de guarda-corpos em inox e vidro nas escadas internas e de alvenaria revestida em pastilha na rampa externa, entre outras.

O investimento total do Governo de Brasília no serviço foi de R$ 956.203,56, sendo uma parcela oriunda de emenda parlamentar. Por mês, circulam pelo local 50 mil usuários. Desse total, 2.800 pessoas com algum tipo de deficiência.

A reforma ocorreu em duas etapas: a primeira, de junho de 2014 a outubro de 2015; e a segunda, de março a julho deste ano. “Outras estações também passarão por adaptações no próximo ano, mas ainda atualizaremos um cronograma, em função das dotações orçamentárias”, afirmou.

Na solenidade de entrega, a empregada do Metrô-DF, Neomezia  Melo, que perdeu uma perna e um braço num acidente de carro, falou sobre a importância das obras para usuários como ela. “Depois do acidente, tive que reaprender a andar. Primeiro com cadeira de rodas. Depois, com muletas. Hoje, vendo essas adaptações, fico feliz pelas melhorias.”

Responsabilidade pública

Daniela Diniz, diretora técnica do Metrô-DF, que comandou passo a passo as reformas, resumiu a entrega da estação aos usuários, completamente adaptada: “É um instrumento do Estado para a inclusão”. Paulo Becker, presidente do Conselho dos Diretos da Pessoa com Deficiência (Codded), ressaltou o momento: “Isso é sensibilidade e responsabilidade pública”.

Durante a cerimônia, Marcelo Dourado, presidente do Metrô-DF, refletiu que, antes de qualquer coisa, as pessoas precisam vencer os seu próprios preconceitos: “A deficiência principal que a gente precisa combater é a do preconceito, da discriminação”.

O deputado distrital Júlio Cesar Ribeiro (PRB), autor da emenda que liberou a verba para as obras na Estação 114 Sul, disse que, finalmente, é a “acessibilidade saindo do papel”.

Encerrando a cerimônia, Márcia Rollemberg, colaboradora do Governo de Brasília, ponderou que é o momento de o governo assumir o seu papel na solidariedade e o espaço de exercício da cidadania.

Daniela Diniz, diretora técnica do Metrô-DF, adiantou que a próxima estação que passará por reforma será a de Arniqueiras. E serão obras mais extensas. A licitação será lançada em novembro próximo, e a duração é de aproximadamente 24 meses. Serão investidos cerca de R$ 3 milhões. Além das reformas de adequação às normas de acessibilidade e às normas trabalhistas, está prevista a instalação de escadas rolantes.

COMPARTILHAR
Tarifa congelada do transporte coletivo vai custar R$ 1 milhão a Jacareí
14/03/2018
Tarifa congelada do transporte coletivo vai custar R$ 1 milhão a Jacareí
Para compensar congelamento da passagem aos usuários comuns, prefeitura quer isentar ISS d.

Justiça aponta ilegalidade e governo suspende licitação para o transporte intermunicipal em MT
14/03/2018
Justiça aponta ilegalidade e governo suspende licitação para o transporte intermunicipal em MT
Decisão judicial aponta que estado não realizou audiência pública antes da reabertura do e.

 



ondeestamos
SAUS Quadra 01 Bloco J Ed CNT
Torre B Sala 707
Cep: 70070-010
Brasília - DF

faleconosco
Fones: (61) 3364-0303 / 3364-3838
contato@conut.org